segunda-feira, julho 15, 2024

Petrobras prorroga inscrição para investimento recorde na cultura

Mais Lidas
Agência Brasil
Agência Brasilhttps://agenciabrasil.ebc.com.br
Agência pública de notícias vinculada à Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Informação, cidadania, educação e cultura.

A Petrobras prorrogou, até esta quarta-feira (10), às 18h, o prazo das inscrições para a Seleção Petrobras Cultural 2024. O valor destinado à seleção, de R$ 250 milhões, investimento recorde já feito pela companhia nesse setor, será distribuído entre as cinco regiões do país. As propostas dos eixos Festivais e Festas Populares, Ícones da Cultura Brasileira, Cinema e Cultura Digital, e Produção e Circulação, previstos pelo Programa Petrobras Cultural, podem ser inscritas no site.

Os projetos contarão com recursos da Lei Roaunet ou Lei do Audiovisual e devem ter ações de valorização da diversidade e da economia criativa. O edital incentiva a participação projetos de temáticas com menos oportunidades nas artes e também estimula a criação de redes para produção de bens e serviços criativos sustentáveis.

O resultado do processo seletivo deverá ser divulgado em julho nos canais de comunicação da empresa e através de e-mail aos candidatos.

Lançamento

Na cerimônia de lançamento do edital, no Museu de Arte Moderna, no Rio de Janeiro, no dia 23 de fevereiro deste ano, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que o investimento é uma contrapartida que uma empresa do tamanho da Petrobras deve dar ao povo brasileiro.

A seleção Petrobras vai atribuir pontuação adicional a projetos das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, que historicamente recebem menos investimentos. Projetos que contemplem ações em, pelo menos três regiões brasileiras, também recebem adição de pontos. Cada estado do país deverá ser local de realização de, no mínimo, dois projetos.

O edital também promove maior participação de integrantes de grupos com pouca representação. Ao todo, 25% das vagas são para projetos propostos, liderados, ou que apresentem como tema principal: mulheres, negros, indígenas, LGBTQIAPN+, pessoas com deficiência, população nômade e ciganos.



Fonte: Fonte: Agência Brasil

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img
Últimas Notícias
- Publicidade -spot_img

Notícias Relacionadas

- Publicidade -spot_img
Top Of Mind