quarta-feira, maio 22, 2024

Cerca de 43 milhões de pessoas passam fome na América Latina e Caribe

Mais Lidas
Agência Brasil
Agência Brasilhttps://agenciabrasil.ebc.com.br
Agência pública de notícias vinculada à Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Informação, cidadania, educação e cultura.

O custo para acabar com a fome e a desnutrição é menor do que o valor gasto pela falta de ação contra esses problemas.

A informação está num relatório apresentado nesta segunda-feira (29) pela Cepal, o braço da ONU para América Latina e Caribe e outras entidades ligadas a organização como a FAO, a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação,

Segundo a entidade, desde o início da pandemia da covid-19, o número de pessoas que sofrem com a fome aumentou.

Hoje, no mundo, são 800 milhões nessa condição; 150 milhões a mais em relação a 2020. Só na América Latina e no Caribe, 43 milhões de pessoas passam fome.

De acordo com a FAO, são necessárias várias ações para acabar com a fome e desnutrição na região, como explicou o representante da organização, Mario Lubetkin.

Segundo Mario Lubetkin, ações como essas podem custar aos países cerca de 1,5% do PIB, ou seja, de toda a riqueza produzida.

Ao passo que o custo pela falta de ação contra esses problemas é muito maior.

Segundo o relatório, as causas disso vão desde os impactos econômicos sobre os sistemas de saúde até questões relacionadas à perda de produtividade.

A crise climática, segundo o relatório, também influência fortemente a insegurança alimentar e nutricional na região.

Por isso, medidas de financiamento climático poderiam antecipar ações para evitar efeitos negativos sobre a produção agrícola, com a seca provocada pelo El Niño. E seguros contra quebra de safra poderiam promover um novo plantio e minimizar a falta de alimentos.



Fonte: Fonte: Agência Brasil

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img
Últimas Notícias
- Publicidade -spot_img

Notícias Relacionadas

- Publicidade -spot_img
Top Of Mind