quarta-feira, abril 24, 2024

MDHC apura bullying contra aluna autista em escola no interior de SP

Mais Lidas
Agência Brasil
Agência Brasilhttps://agenciabrasil.ebc.com.br
Agência pública de notícias vinculada à Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Informação, cidadania, educação e cultura.

O caso de uma estudante autista de 15 anos, que foi espancada e deixada seminua no ginásio de uma escola em Glicério, no interior paulista, provocou a manifestação pública do Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania. Em nota pública, o órgão questiona como esse tipo de agressão pôde acontecer justamente em uma escola, ambiente voltado para a inclusão e acolhimento de todos, sem discriminação.

O Ministério busca apurar também a circunstância do bullying ter partido por jovens colegas estudantes; a aceitação e o estímulo para que a violência continuasse; e ainda a denúncia-desabafo da mãe da vítima, que relatou que esta não foi a primeira prática de discriminação capacitista contra sua filha naquela escola.

Nessa quarta-feira, a Ouvidoria dos Direitos Humanos acionou órgãos como a Secretaria Estadual de Educação, o Ministério Público de SP e o Conselho Tutelar, pedindo informações, adoção de medidas necessárias para apuração do ocorrido e acolhida da vítima e de seus familiares.

O Ministério dos Direitos Humanos e Cidadania acrescentou que vai intensificar, junto ao Ministério da Educação, esforços para adotar ações de enfrentamento ao capacitismo nas escolas paulistas e em todo o país.



Fonte: Fonte: Agência Brasil

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img
Últimas Notícias

Em 24h, Polícia Militar faz apreensões de drogas em três bairros de Pádua – Jornal na Boca do Povo

Ocorrências não têm relações entre si e foram frutos de flagrantes após denúncias e patrulhamento  Quatro apreensões de...
- Publicidade -spot_img

Notícias Relacionadas

- Publicidade -spot_img
Top Of Mind