quarta-feira, maio 22, 2024

RJ: MPF analisa pedido para desarquivar processos de crimes policiais

Mais Lidas
Agência Brasil
Agência Brasilhttps://agenciabrasil.ebc.com.br
Agência pública de notícias vinculada à Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Informação, cidadania, educação e cultura.

O Ministério Público Federal instaurou procedimento para analisar pedido da Rede de Atenção a Pessoas Afetadas pela Violência de Estado, que busca a reavaliação de uma série de arquivamentos de casos de homicídios cometidos por policiais no Rio de Janeiro.

No pedido, os representantes da rede solicitam que a nova análise dos arquivamentos considere, em especial, o período em que o delegado Rivaldo Barbosa, acusado de envolvimento no assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, ocupou postos hierárquicos na Polícia Civil.

Para os integrantes da rede o envolvimento de Rivaldo Barbosa reforça críticas já existentes, confirmando a necessidade da reavaliação dos casos. O ofício questiona quantos deles podem ter sido indevidamente arquivados, a partir da atuação ilegal dos investigadores.

Além do arquivamento, outras críticas apontadas pela rede são negligência na obtenção de provas, o desaparecimento de vídeos obtidos pelas próprias famílias e a omissão na escuta de testemunhas supostamente decisivas para as investigações.

Como primeira medida do procedimento instaurado pelo MPF, foi marcada reunião com a comunidade de mães das vítimas de violência estatal para o próximo dia 15, na sede do MPF no Rio de Janeiro.

A Rede de Atenção a Pessoas Afetadas pela Violência de Estado é um movimento de mães e familiares de vítimas de violência e 13 grupos clínicos de atenção psicossocial.



Fonte: Fonte: Agência Brasil

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img
Últimas Notícias
- Publicidade -spot_img

Notícias Relacionadas

- Publicidade -spot_img
Top Of Mind