sábado, junho 22, 2024

Bispo de Campos celebra Santa Missa de criação da Paróquia Santa Teresinha, em Miracema

Mais Lidas
Na Boca do Povo
Na Boca do Povohttp://jnnabocadopovo.com.br/
Jornalismo sério, competente e compromissado com à verdade. Criado no dia 01 de Setembro de 2016 hoje somos referência em Santo Antônio de Pádua, e conseguindo a credibilidade em toda a região.

Durante toda a semana vários sacerdotes participaram de um tríduo celebrativo para a criação da paróquia.

Os fiéis do município de Miracema, na região noroeste fluminense, participaram na noite da última sexta-feira (17/05), da criação canônica da Paróquia Santa Teresinha, tendo o Pe. Gustavo Sousa como o primeiro pároco. A celebração da ereção canônica foi presidida pelo Bispo Diocesano de Campos, Dom Roberto Francisco, concelebrada pelo pároco Pe. Gustavo Sousa, o vigário-geral Monsenhor Leandro Diniz, o vigário episcopal Pe. Crimário Verdan, além de outros sacerdotes como o Monsenhor Mateus Panackakuzhy e diáconos permanentes. Autoridades municipais como o prefeito Cloves Tostes também participaram da celebração. “Participei da Missa Solene pela criação da Paróquia de Santa Teresinha. Parabéns ao Padre Gustavo e a toda comunidade da Paróquia Santa Teresinha pelo trabalho dedicado para que esse sonho de Deus e dos homens se tornasse realidade”, declarou Cloves.

Durante a reflexão Dom Roberto enfatizou a importância para a comunidade da transformação em Paróquia, que não é apenas uma decisão do Bispo. Segundo Dom Roberto, o pároco exerce três funções de pastor, educador da fé e litúrgica. “Ser pároco e guia é aquele que vive perto das casas, das famílias. Ele é o pai das famílias, não se concede um pároco de gabinete, isolado, que não fala com ninguém, não visita e que não vive com o povo. Nosso carisma diocesano é estar com o povo nas paróquias. Onde está o povo, nós estamos. Mas o povo também tem a sua responsabilidade de servir e animar, pois caso contrário não seria uma paróquia. Senão resgatamos ninguém e não estamos a serviço de ninguém, o que justifica uma paróquia. Uma Igreja deve apresentar o Reino, que ajuda a construir uma comunidade mais justa e fraterna”, declara Dom Roberto.

Durante toda a semana vários sacerdotes participaram de um tríduo celebrativo para a criação da paróquia. A Igreja Matriz passou por um trabalho de reforma e ampliação do templo para dar mais conforto e dignidade ao espaço litúrgico. “Agradecemos a todos os padres que estiveram aqui para ajudar nesse trabalho como Monsenhor Mateus, Pe. Luiz, Pe. Edmo, Pe. Michael e agora o Pe. Gustavo. Todos contribuíram com esse momento, fazendo uma parte desta história. Eu me sinto muito contente em dizer que temos mais uma comunidade que mereceu ser paróquia, por ser uma comunidade viva e que tem história. Parabéns a todos, cuidem bem da paróquia que é de vocês”, finalizou Dom Roberto.

Por: Ruan Sousa



Fonte: Fonte: Jornal Na Boca do Povo

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img
Últimas Notícias
- Publicidade -spot_img

Notícias Relacionadas

- Publicidade -spot_img
Top Of Mind