sábado, junho 22, 2024

Governador em exercício e secretário do Ambiente e Sustentabilidade, Thiago Pampolha, entrega 81 viaturas para unidades de conservação municipais

Mais Lidas
Na Boca do Povo
Na Boca do Povohttp://jnnabocadopovo.com.br/
Jornalismo sério, competente e compromissado com à verdade. Criado no dia 01 de Setembro de 2016 hoje somos referência em Santo Antônio de Pádua, e conseguindo a credibilidade em toda a região.

Aperibé, Cambuci, Campos, Itaocara, Itaperuna, Laje do Muriaé, Miracema, Pádua, São Fidélis estão entre os municípios contemplados

Nesta sexta-feira (12/5), a Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade (Seas) deu mais um passo em direção à efetiva proteção dos patrimônios ambientais fluminenses. Por meio do projeto de fortalecimento das Unidades de Conservação Municipais do Estado do Rio de Janeiro, no âmbito do Programa de apoio às Unidades de Conservação Municipais (ProUC), o Governo do Estado entregou 81 viaturas para uso nas unidades de conservação municipais, durante cerimônia no Palácio Guanabara, na capital fluminense.

Com investimento de mais de R$20 milhões de reais, proveniente do Fundo da Mata Atlântica (FMA), a iniciativa vai reforçar e facilitar as ações operacionais das áreas preservadas pela esfera municipal.

– É crucial que haja um diálogo constante entre estado e municípios, uma vez que temos como objetivo comum prezar pelo desenvolvimento fluminense – afirmou o governador em exercício e secretário de Estado do Ambiente e Sustentabilidade, Thiago Pampolha.

As 81 pickups 4×4 concedidas às cidades do Norte ao Sul fluminense terão importância significativa para mais de 400 unidades de conservação municipais. As viaturas terão como uso a execução de trabalho de campo e manutenção das UCs, bem como atividades de fiscalização, combate e prevenção ao incêndio florestal, vistorias técnicas, auxílio em reflorestamento e translado de insumo e pessoas para capacitação.

Os 81 municípios fluminenses contemplados pela iniciativa são: Angra dos Reis; Aperibé; Araruama; Areal; Armação dos Búzios; Arraial do Cabo; Barra do Piraí; Barra Mansa; Belford Roxo; Bom Jardim; Bom Jesus do Itabapoana; Cabo Frio; Cachoeiras de Macacu; Cambuci; Campos dos Goytacazes; Cantagalo; Carapebus; Cardoso Moreira; Casimiro de Abreu; Comendador Levy Gasparian; Conceição de Macabu; Cordeiro; Duas Barras; Duque de Caxias; Engenheiro Paulo de Frontin; Guapimirim; Iguaba Grande; Itaboraí; Itaguaí; Italva; Itaocara; Itaperuna; Itatiaia; Japeri; Laje do Muriaé; Macaé; Macuco; Magé; Mangaratiba; Maricá; Mendes; Mesquita; Miguel Pereira; Miracema; Natividade; Nilópolis; Niterói; Nova Friburgo; Nova Iguaçu; Paracambi; Paraty; Paraíba do Sul; Petrópolis; Pinheiral; Piraí; Porto Real; Quatis; Queimados; Quissamã; Rio Bonito; Rio Claro; Rio das Flores; Rio das Ostras; Santa Maria Madalena; Santo Antônio de Pádua; São Fidélis; São Gonçalo; São João da Barra; São João de Meriti; São José de Ubá; São José do Vale do Rio Preto; São Pedro da Aldeia; São Sebastião do Alto; Sapucaia; Saquarema; Seropédica; Silva Jardim; Tanguá; Trajano de Moraes; Valença; Volta Redonda.

Aprovado na Câmara de Compensação Ambiental – CCA, o projeto de fortalecimento das Unidades de Conservação Municipais do Estado do Rio de Janeiro busca a aquisição de bens necessários à implantação, gestão, monitoramento e proteção das unidades de conservação e sua área de amortecimento. Além disso, a iniciativa possibilita o aumento no Grau de Implementação das UCs Municipais dentro dos índices do ICMS Ecológico, mecanismo tributário essencial fundamental para o desenvolvimento socioeconômico das cidades.

Sobre o ProUC

Criado em 2009, o Programa de Apoio às Unidades de Conservação Municipais (ProUC) é uma iniciativa instituída como uma política pública da Seas e o objetivo é oferecer apoio às gestões ambientais municipais na temática das Unidades de Conservação. A ideia é aumentar o quantitativo de hectares das áreas protegidas, melhorar a qualidade das mesmas, estimular a conectividade com as demais UCs (estaduais e federais) e auxiliar os municípios com orientações técnicas, tanto para a criação quanto para a gestão desses espaços.



Fonte: Fonte: Jornal Na Boca do Povo

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img
Últimas Notícias
- Publicidade -spot_img

Notícias Relacionadas

- Publicidade -spot_img
Top Of Mind