domingo, julho 21, 2024

Ciclone extratropical causa problemas em SC e no RS

Mais Lidas
Agência Brasil
Agência Brasilhttps://agenciabrasil.ebc.com.br
Agência pública de notícias vinculada à Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Informação, cidadania, educação e cultura.

Nesta quarta-feira (12), com a chegada do ciclone extratropical na Região Sul, várias rodovias estão interditadas no meio oeste de Santa Catarina devido à chuva intensa em vários municípios do estado. A SC-355 está fechada nos dois sentidos, no trecho entre Treze Tílias e Água Doce, porque a pista está cedendo nas proximidades do quilômetro 97,4.

Entre Arroio Trinta e Salto Veloso, o deslizamento de talude de proteção na altura do quilômetro 24 bloqueia o tráfego em ambos os sentidos da SC-464. Já na SC-453, entre Luzerna e Ibicaré, as pistas nas duas direções estão interditadas por causa de alagamentos no quilômetro 59.

As equipes da Secretaria de Estado da Infraestrutura na região trabalham para desinterditar as rodovias o mais rapidamente possível e a Polícia Militar Rodoviária monitora a situação. A recomendação é para os motoristas evitarem transitar nas rodovias e redobrar a atenção na estrada por causa das chuvas que atingem o estado.

Rio Grande do Sul

People affected by an extratropical cyclone rest in a gymnasium used as a shelter for flood victims in Sao Leopoldo, Rio Grande do Sul state, Brazil, June 18, 2023. REUTERS/Diego Vara

Pessoas atingidas pelo ciclone se abrigam em um ginásio de São Leopoldo – REUTERS/Diego Vara

No Rio Grande do Sul, a cidade de São Leopoldo já tomou medidas referentes à passagem do ciclone pelo estado. A prefeitura anunciou nesta quarta-feira que as aulas na rede municipal estão suspensas até quinta-feira (13). A orientação é que a rede privada adote também a medida.

As coordenadorias municipais de Proteção e Defesa Civil já comunicam danos relacionados à queda de granizo, vendavais e enxurradas. Em Sobradinho, cidade atingida por chuva de granizo, casas estão recebendo lonas para conter os estragos. Uma equipe da Defesa Civil estadual está em deslocamento para a região centro serra, a partir de onde fará o atendimento aos demais municípios afetados.

A Subchefia de Proteção e Defesa Civil informou que, desde terça-feira (11), está atuando em apoio aos municípios atingidos pelas chuvas. “Desde o início da previsão meteorológica, a equipe já contava com medidas de prevenção, preparação e mitigação quanto ao evento”, informou o órgão.

A equipe da Sala de Situação e do Centro de Operações da Defesa Civil estadual segue monitorando o avanço do ciclone, que vem provocando chuvas intensas, granizo e vendavais. Além disso, a Defesa Civil permanece emitindo alertas à população quando identificadas áreas de risco.

A orientação é de que as pessoas se protejam, busquem informações junto à Defesa Civil de seu município e sigam as orientações, especialmente quem mora nessas áreas, como nas proximidades de rios e em encostas com risco de desmoronamento.

Durante a vigência dos alertas, a recomendação é de que as pessoas permaneçam em casa, se possível. Assim, evita-se a exposição a situações de risco. Para receber os alertas relacionados à sua região, envie um SMS com o número de seu CEP para o telefone 40199.



Fonte: Fonte: Agência Brasil

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img
Últimas Notícias
- Publicidade -spot_img

Notícias Relacionadas

- Publicidade -spot_img
Top Of Mind